Gork / Daniel Zé / Apanhador Só

Tomorrow Teknik / Memórias Meio Inventadas / Antes que tu conte outra adicionados à playlista da Rádio Online Reverberre!

GORK_tomorrowteknik

daniel ze memorias meio inventadas

apanhador-so_antes-que-tu-conte-outra

Anúncios

Round 2. Fight!

O Facebook e o Youtube estão com várias mudanças relacionadas a direitos autorais e divulgação nos últimos meses, e isso começou a atrapalhar muito o trabalho do Reverberre. Por isso, estudamos uma mudança de posicionamento que não dependa tanto do compartilhamento de informações e postagens, já que muita coisa que estávamos fazendo, de uns tempos para cá, já não são permitidas. São até bloqueadas, deletadas e retiradas do ar sem nenhuma informação adicional. Partindo deste raciocínio, o Reverberre em breve será transformado em uma Rádio Online e, junto com essa mudança, uma série de outras novidades.

O Reverberre! existe apenas para divulgar a excelente nova música do Brasil que está aí e não tem espaço na grande mídia, ou melhor, em mídia nenhuma. Não há representatividade do independente em nenhum lugar. E estamos numa fase extremamente criativa da música, que reflete um momento cultural triste no Brasil, onde não se tem apoio nenhum para diversidade, só há espaço para o emburrecimento contínuo da população através de uma TV aberta com uma programação vergonhosa, rádios que visam apenas a divulgação da música americana (e ainda tapam buracos e possíveis ruídos de comunicação colocando uma ou duas músicas de bandas brasileiras diariamente na programação) e, agora, o controle da divulgação independente derrubando vídeos, páginas, conteúdo diverso, entre outros.

Enfim, parece um desabafo, mas é apenas a minha maneira de dizer: O futuro da música brasileira está no independente. E ele merece nosso respeito e, principalmente, nossos ouvidos.

S.

 

PS: Dentro dessa nova mecânica, o blog voltou. Será que eu seguro uma publicação semanal ao menos?

Reverberre

 

ScreenHunter_99 Apr. 02 14.03

 

Depois de pesquisar e testar por praticamente dois anos, o projeto Reverberre tomou forma. Havia várias ideias sobre como a ferramenta deveria ser desenvolvida, mas nada muito sintetizado. Um site? Um blog? Um portal? Na verdade, o que havia era uma grande vontade de resolver uma questão que incomoda há tempos: ainda existe boa música brasileira ou o que nos resta é essa podridão que está nas rádios no momento? Eu, mesmo acostumado com a velocidade da internet, admito que raras vezes encontrei algo no meio de tanta informação. E parte do problema era esse: como separar, de forma prática, a quantidade absurda de conteúdo e organizar um pouco a ponto de tornar-se prático para o usuário?

O conceito de Apertar o Play surgiu daí, de uma simplificação. Na verdade, o start de tudo isso veio mesmo de um texto do André Barcinski, em que ele pedia pro Fabio Massari indicar umas 5 bandas que ele estivesse curtindo. Nada mais do que isso, 5 bandas. Conhecer o que realmente valia a pena porque, por mais incrível que pareça, a saturação de informação gera, também, a ausência da mesma. Não há mecanismo de pesquisa que ajude com o que estamos trabalhando no momento. No entanto, isso é parte do contexto da internet e nós é que devemos nos adaptar. Por isso, o Reverberre tornou-se um player. A simplicidade foi explorada em tudo o que foi possível: é um player, portanto aperte o play e ouça. Se não gostou, pule para a próxima. E assim vai. Se não encontrou uma banda conhecida, indique. E inscreva-se para participar de promoções. É para curtir no trabalho, no celular, na TV conectada online, em uma festa.

Além de tudo isso, o que descobri durante este tempo é que existem sites e portais com tanta qualidade de informação que nem é necessário entrar como mais um concorrente. Sites como Scream and Yell, Tenho Mais Discos que Amigos, Na Mira do Groove, Reduto do Rock, Matilha Cultural, Vitrola Verde, entre tantos outros são referência para a busca de informações sobre música brasileira, principalmente os lançamentos. Além disso, blogs com o do Ricardo Alexandre, André BarcinskiRockblogs e programas de rádio como o Rock Sem Dono, por exemplo, conseguem traçar parâmetros mais abrangentes sobre o assunto, enriquecendo e trazendo força para bandas e artistas que realmente precisam de um novo foco e, principalmente, de divulgação. O blog do Reverberre continuará existindo, mas para mostrar fotos, dicas e, eventualmente, algum texto. Eventualmente.

Enfim, espero que o Reverberre tenha bastante visibilidade, porque ele foi desenvolvido para mostrar a boa música brasileira, esquecida pelos grandes meios de comunicação. Ainda bem que os novos artistas tem a cabeça voltada para outros objetivos, sem se preocupar com as grandes vendas do CD. O que eles querem é o básico: trabalhar. E pela qualidade das músicas que encontrei nessa minha busca, muitos merecem ter seus trabalhos divulgados. Sou um fã que gostava de gravar fitas cassete com músicas que gostava e entregava aos amigos. “Cara, você tem que ouvir isso”, “É a sua cara, tem que conhecer”. E montar esse projeto é minha forma de dizer ao mundo o que ando ouvindo no momento, uma coisa de fã mesmo, que quer compartilhar com todo mundo quando ouve uma música legal. Como deixo explicito: Artista, esse player é feito para você.

Espero que gostem. Foi feito com carinho e dedicação. Tem muita música boa no Brasil, e seria muito legal se as pessoas descobrissem isso. E se o Reverberre ajudar a dar um primeiro passo através de apenas um clique, o objetivo já foi alcançado. Ainda há muito a ser feito, mas como é um projeto independente, algumas funcionalidades só estarão disponíveis nos próximos meses. Mas o start já foi dado e os resultados começam a surgir. E agradeço muito a todo muito que se envolveu e continua compartilhando no Facebook e no Twitter.

Portanto, aperta o play e Vai!

Sandro Cavallote (mar/14)